Não falamos sobre moda, cultura é o nosso foco, poesia nossa inspiração. Sair do lugar comum é como ver o mundo de cima de um salto 15...Vermelho!!!

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Pensamentos repetitivos - Martha Medeiros


Minha geração cresceu buscando liberdade, bem diferente dos adolescentes de hoje, que trocaram o idealismo por um notebook. Um jingle da época dizia que liberdade era uma calça velha, azul e desbotada, mas isso era apenas uma metáfora para uma liberdade que significava morar sozinho, trabalhar e tomar as próprias decisões – os alicerces para a independência.

O tempo passou e nossa independência se adequou às responsabilidades da vida adulta. Casamento, profissão, paternidade: nos mantivemos livres, pero no mucho. A liberdade plena passou a ser exercitada apenas em área restrita: dentro da nossa cabeça. Ainda podemos pensar o que quisermos. Nosso poder de criatividade segue intacto. E incentivo para exercitar o cérebro nunca faltou: livros, jornais e uma rede de informações que cresce a cada dia.

No entanto, em vez de usar o cérebro como uma forma de libertação, ficamos escravizados por ele. Muitos preferem segurança à liberdade, e então criam um pacote de pensamentos repetitivos ao qual se agarram por décadas, sem nem questionar, sem nem se dar conta de que talvez já não pensem mais daquela maneira. “Nunca vou conseguir fazer isso”, “Não fui feito para tal coisa”, “Jamais financiarão essa minha ideia maluca”, “Meu pai não me perdoaria”, “Fulana não vai mudar” são pensamentos recorrentes que impedem que arrisquemos. Não passa pela nossa cabeça que o pai perdoaria, sim, e que ideias malucas podem encontrar incentivadores, e que só é impossível conseguir aquilo que não ousamos tentar. Mas você topa pensar diferente do que pensava antes? É esse o acordo.

Ninguém vai virar um Einstein ou um Steve Jobs por desamarrar-se de suas crenças imutáveis. Mas há um ganho real em ser capaz de abandonar os pensamentos de estimação, mesmo que considere estar traindo a si mesmo. Ora, se as pessoas não conseguem nem mesmo manter suas juras de amor eterno ao parceiro, por que precisam manter juras de amor eterno a um pensamento estagnado?

Pode-se viajar pelo mundo, ir para um lado, para o outro, mas quem continua pensando sempre igual, quem não reavalia suas convicções, permanece imobilizado.

Abandonar uma postura, reposicionar-se, experimentar. Esse é o verdadeiro espírito de liberdade que Steve Jobs deixou como herança, e esse espírito é mais importante que a invenção de iPods, iPhones e iPads, ferramentas modernas, mas que também são manuseadas por gente travada. Pensar diferente não é criar ou usar tecnologia: é recriar-se e usar-se. E isso é possível a qualquer um.

Martha Medeiros
(Texto publicado no jornal Zero Hora/RS - 12/outubro/2011)

9 Devaneios:

Pat. disse...

Tem coisas que se perde e é um lamento na minha opinião. Algumas coisas em mim permanecem imutáveis e não me arrependo disso, ao contrário.. hoje vejo pessoas querendo voltar a pensar como dantes.

Um lindo texto para reflexão e bem abrangente... aqui falei de um trechinho especial que gostei.

Beijos.

Elaine Castro. disse...

Eiiii,

Que bofetada heim, rs.
O ser humano tem medo do novo, daquilo que ele não conhece, por isso agarra-se com toda força a este mundo de certezas fáceis, de promessas vãs e sonhos que sempre são adiados.
Pensar dói, e sair da mesmice mais ainda, por isso continuam estagnados e a mercê de si mesmos.
Texto espetacular este.

Beijão e bom fim de semana para vc também.

MAILSON FURTADO disse...

Bela inspiração em Jobs...

E de fato as vezes queremos mudar tudo e encontrar esse liberdade tão liberta que a gente encontrou, em buscar fazer o diferente, não o errado, buscar a mudança, o que nunca ninguém fez...

Vamos ser alguém sem medo de arriscar...

Arrisquemos!!

Diva L. disse...

Pat, concordo que em muitos casos nos perdemos ao tentar mudar comportamentos, mas sem refletir a respeito. Toda mudança é dolorosa e requer maturidade e bom senso. Obrigada por comentar.

::
Mailson, acredito que Jobs é uma fonte inesgotável de inspiração, principalmente por atrever-se(talvez não seja a melhor palavra)a pensar diferente e promover mudanças significativas que nos acompanharão pra sempre.

Ousar, arriscar, sair do lugar comum é essencial, infelizmente, alguns apostem mais na zona de conforto.
Que bom tê-lo aqui. Sempre bom trocar ideias contigo. Volte sempre.

::
Elaine, a bofetada é imensa...rs
Esse sacudir e desafiar a sair da mesmice é, acredito, o maior de todos confrontos. A intensa luta do Eu x Eu, é difícil e muito amedronta, mas é necessário.

Bjo grande e abraço apertado em todos.

Diva L.

Compartilhando Sentidos disse...

Nossa que bom que você me achou e eu pude te encontrar!! Adorei aqui de verdade.
Assuntos e textos bem escritos e atuais.
Estarei sempre por aqui!

Bjo e eutimia.

Aleatoriamente disse...

Teu texto está dez!
Lindo, lindo.

Beijinho moça.

Kakau disse...

Eita Diva, essa reflexão é uma sacudida na alma mesmo, ameiiiiiiiii.....Bjossss t+

Zélia Cunha disse...

Oi, Diva
É um belo texto, adoro Martha Medeiros. Na verdade não adianta tanta tecnologia , tanta informação se as cabeças não mudam. É aquela velha história: queremos ser livres, mas fazemos tudo, tudo como nossos pais...
Tenha um ótimo final de semana, querida.
;)
Beijos

Diva L. disse...

Vanessa, que bom vê-la por aqui. Seja bem-vinda e fique super a vontade para sugerir, criticar e nos enriquecer. É uma honra tê-la conosco.

::
Fernanda, concordo contigo. O texto é lindo, apropriado e profundo. Gosto muito dos textos da Martha Medeiros, ela consegue ir no ponto chave, aquele que nem sempre temos coragem de falar. Obrigada por comentar.

::
E não é q é, minha diva querida. É uma pausa pra gente refletir sobre o que temos feito, o quanto temos arriscado, se ainda estamos na janela vendo a banda passar...rs
Repetindo de novo e novamente, Kau estou loira de saudades de tu. Bjs

::
Pois é, Zélia. As mudanças precisam ser de dentro pra fora. A visão de mundo precisa ser ampliada sem medos ou receios. Toda mudança exige coragem e sair do lugar comum deve ser um exercício diário. Obrigada por comentar e bem-vinda ao Salto15.

Bjos pra todas e abraço na alma.
Diva L.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons