Não falamos sobre moda, cultura é o nosso foco, poesia nossa inspiração. Sair do lugar comum é como ver o mundo de cima de um salto 15...Vermelho!!!

quarta-feira, 3 de março de 2010

Poema da Amante

Eu te amo
Antes e depois de todos os acontecimentos
Na profunda imensidade do vazio
E a cada lágrima dos meus pensamentos.
Eu te amo
Em todos os ventos que cantam,
Em todas as sombras que choram,
Na extensão infinita do tempo
Até a região onde os silêncios moram.
Eu te amo
Em todas as transformações da vida,
Em todos os caminhos do medo,
Na angústia da vontade perdida
E na dor que se veste em segredo.
Eu te amo
Em tudo que estás presente,
No olhar dos astros que te alcançam
Em tudo que ainda estás ausente.
Eu te amo
Desde a criação das águas,
desde a idéia do fogo
E antes do primeiro riso e da primeira mágoa.
Eu te amo perdidamente
Desde a grande nebulosa
Até depois que o universo cair sobre mim
Suavemente.

 

Adalgisa Maria Feliciana Noel Cancela Ferreira, conhecida como Adalgisa Nery, (Rio de Janeiro, 29 de Janeiro de 1905 - Rio de Janeiro, 7 de junho de 1980) foi uma poetisa e jornalista brasileira.

7 Devaneios:

Anônimo disse...

muito lindo esse poema da amante tem um que vc gostará é de AFFONSO ROMANO DE SANT ANNA CHAMA-SE DESPIR UM CORPO A PRIMEIRA VEZ ACHEI DEMAIS COMO ELE TEM O CUIDADO COM OS SENTIMENTOS DA MULHER AMEI BJS LOBA

Diva Lali disse...

Simplesmente lindooooo!!! Obrigada por mais essa indicação. Vc é showwww!!!!

Bjo grande e abraço na alma.

Anônimo disse...

olá seu blog é tão recheado de coisas legais que fico perdida nem sei o que ler primeiro então vou aos poucos me deliciando em cada frase , cada comentário vc esta de parabéns ameiiii a a amante bjs loba

Anônimo disse...

leio e torna a ler esse poema cada vez que leio é uma emoção diferente realmente me encantei muita e luz bjs loba

Diva Lali disse...

Concordo contigo, Loba querida!
Acho lindo, lindo e lindo.

Meu trecho preferido é esse:
"Eu te amo
Desde a criação das águas,
desde a idéia do fogo
E antes do primeiro riso e da primeira mágoa"

Simplemente perfeito, né?!

Bjão grande e continua a ler, ler e ler...rs

Anônimo disse...

nossa foi muito bom ter encontrado seu blog , é tudo que eu mais admiro poemas onde possamos nos expressar sem sermos julgados ler o que gostamos e principalmente partilhar , não há coisa melhor no mundo do que compartilhar , tem um poema não me lembro o nomme que diz uma frase assim é preciso termos amigos para não enlouquecer , para contarmos durante o dia o vimos de belo e lembrarmos de recordações da infancia das poças de chuva das brincadeiras é muito lindo bjs é obrigada mais uma vez muita luz pra ti loba , não liga sou muito sentimental kkkkkk

Anônimo disse...

Inconfesso Desejo

Queria ter coragem
Para falar deste segredoAmor – Poema de Fernando Pessoa
2tweetsretweet
O amor quando se revela
Não se sabe revelar
Sabe bem olhar pra ela
Mas não lhe sabe falar.
Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer
Fala: parece que mente
Cala: parece esquecer
Mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pra saber que a estão a amar
Mas quem sente muito cala
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala
Fica só inteiramente.
Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar
Já não terei que contar-lhe
Porque lhe estou a falar.
Fernando Pessoa

Queria poder declarar ao mundo
Este amor
Não me falta vontade
Não me falta desejo
Você é minha vontade
Meu maior desejo
Queria poder gritar
Esta loucura saudável
Que é estar em teus braços
Perdido pelos
olá esse é muito lindo tb abraços saudades loba para todos do blog , que é um cantinho maravilhoso loba

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons