Não falamos sobre moda, cultura é o nosso foco, poesia nossa inspiração. Sair do lugar comum é como ver o mundo de cima de um salto 15...Vermelho!!!

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Meros rascunhos

Nos versos que agora rascunho
não há corações desenhados
nem frases eternas que 
                                 se dissipam com o tempo

Nos versos que agora divago
não há palavras doces, nem juras secretas
não há flores e nem dedicatórias apaixonadas
nada a dizer, nem cantar, 
                                  nada para ser lembrado

Nos versos não há lágrimas
nem risos, nem nada
não há nada nos meus versos que
                                      agora rascunho

Diva L.

4 Devaneios:

Luís Coelho disse...

Acordar de um sonho ou encontrar uma realidade dura e fria quanto baste...

Xipan Zéca disse...

Divina L...

Foi o monte de rabiscos e borrões mái dilíça de ler que eu já havia lido em tutta questa maledetta vita.... rss

Grande beijo pra tu e pro pissuar do SartoArto...

Deusssssskiajude
Tatto/Xipan

Terê. disse...

Acordar para a realidade, esse é o feliz ano no vo, bju tere.

Diva L. disse...

Luís e Têre, obrigada pelos comentários. Sempre bom vê-los por aqui.

Xipan, vc é ótimooooo. Adorei o "dilíça"...rs


Bjs e voltem sempre.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons