Não falamos sobre moda, cultura é o nosso foco, poesia nossa inspiração. Sair do lugar comum é como ver o mundo de cima de um salto 15...Vermelho!!!

sábado, 12 de março de 2011

Parabéns, Cidades Irmãs!

Recife e Olinda: 
Uma para a outra! 
As duas para o Mundo!

Uma é mar, ladeiras e coqueirais,
a outra mar, rios, pontes e manguezais
Se uma é poesia,
a outra é prosa e verso.
Uma é frevo,
a outra ciranda, coco, mangue e maracatu
Se uma é amor, a outra é paixão
Uma é Nassau, outra é Duarte

Se uma é história, a outra também
Recife e Olinda
Olinda e Recife
Cidades irmãs
Berços da cultura nordestina,
Plantadas às margens do mar
Os bonecos gigantes e
as sombrinhas de frevo
O Alto da Sé,
A Casa da Cultura
Capibaribe, Beberibe
Cidade Alta
Ladeira da Misericórdia

Cidades que se misturam,
Histórias que se confundem
Culturas entrelaçadas que se fundem
Arraigadas em sua gente
Tradição e evocação
Rimam sem intenção
Dançam com o vento
Artesanando a vida

Irmãs de filhos ilustres,
Filhos nascidos,
Filhos do coração,
Filhos adotados vindos do interior
e de outras capitais
São tantos e tantos apaixonados
Filhos Escritores, Cantadores,
Pensadores e Poetas,
Cantores, Músicos e Repentistas,
Cineastas, Escultores e Filósofos,
E tantos anônimos trabalhadores
que lutam e nunca se entregam

Carlos Pena Filho, Manuel Bandeira,
João Cabral de Melo Neto, Joaquim Nabuco,
Raimundo Carrero, Lourdes Sarmento,
Ariano Suassuna, Nelson Rodrigues,
Clarice Lispector, Mestre Salustiano, Chico Science,
Capiba, Reginaldo Rossi, Alceu Valença,
Caju e Castanha, Siba e Bajado
Camilo Cavalcanti, Jomard Muniz de Brito,
Kleber Mendonça, Sandra Ribeiro,
Claudio Assis, Lírio Ferreira, Léo Falcão,
Lenine, Otto, Devotos e Adilson Ramos
Maestro Duda, Maestro Forró e Spok,
Fred 04, Zé da Flauta, Jeová da Gaita,
Francisco Brennand, Abelardo da Hora, Gilberto Freyre,
Geraldo Azevedo, Almir Rouche, André Rios, Roberto Cruz,
Petrúcio Amorim, Geraldinho Lins,
Alcymar Monteiro, Nádia Maia, Santana, Luiz Gonzaga...
São tantos que nos fazem perder o fôlego

Não, Recife não é a Cidade Maravilhosa
Maravilhosa e cheia de encantos é cidade do Rio de Janeiro
O coração do Brasil não bate em Olinda,
Pois encontrou em São Paulo o seu lugar

Olinda, Marim dos Caetés,
é arte em toda parte,
Recife, o reduto dos filósofos,
a Veneza Brasileira
Recife e Olinda são história
que fazem história.

É cultura
É poesia
É sangue quente
É abraço
É sombra e aconchego
É andar pelas ruas
e abraçar o passado
É lutar pelo presente
e vislumbrar o futuro
sem nunca esquecer as raízes

Recife e Olinda juntas
somam quase mil anos de história
Cidades irmãs,
Cidades guerreiras,
Cidades apaixonantes.

Parabéns, Recife!
Parabéns, Olinda!




Elô Araújo é uma jornalista nascida no Recife,
enamorada por Olinda e apaixonada por toda
a história que envolve a cultura do povo brasileiro.

Fotos: Google e Imagem de Olinda, PatiSrap

2 Devaneios:

Cristovam Melo disse...

Parabéns ao Recife tão cheio de arte, repleto de grandes nomes... Parabéns a você, minha Diva querida, a quem tive a sorte de encontrar em um desencontro paradoxal inusitado da vida, que com charme, elegância e inteligência tão bem divulga a nossa amada Veneza! Parabéns, sobretudo, a Manuel Bandeira... rs! Beijos!

Diva_Kakau disse...

Duas lindas cidades
com linda gente tbm,
maravilha!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons