Não falamos sobre moda, cultura é o nosso foco, poesia nossa inspiração. Sair do lugar comum é como ver o mundo de cima de um salto 15...Vermelho!!!

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Entre Papos e Paradoxos

O homem apaixonado não é nada
Não quero mais estar apaixonado 
Não desse jeito...
Estou no processo de desapego


A paixão só é boa quando tira o nosso norte
E os pés saem do chão
É verdade, mas quando os mundos 
                                                    são diferentes...
Nas diferenças nos completamos


Vivemos a espera de um grande amor 
E quando sentimos que, finalmente, 
                                                    vai acontecer
O medo se apresenta e estraga tudo...
Tudo o que poderia ser belo e único

Ah, me entrego tão fácil
Talvez esse seja o problema
São tantas teorias,
Tantas explicações

Preciso focar em outras coisas
O mundo parece que fica 
                                     pequeno demais
Apesar de não haver um lapso 
                                             na lei da gravidade
Amar vicia e às vezes pode fazer mal

Nunca fui de excessos
Mas sempre gostei 
                                de experimentar
E moderar...
E ponderar...

Não tenho amarras
Nem mesmo raízes
Não suportaria estar 
                         preso a um sentimento
Não quero me prender de forma alguma

Não tenho amarras
Nem mesmo raízes
Não suportaria viver sem um amor
Quero estar "presa" por vontade...
                                       O amor liberta!


Diva L. e Lugus - Parceria no Sarau 22/01/11, apenas falando de amor, encontros e desencontros, medos e outras cositas mais. Valeu, grande líder!!!

4 Devaneios:

Cristovam Melo disse...

Pelo visto, essa Diva arretada anda solta mundo afora (indomável) divagando pelo mar dos devaneios, com tanta promíscuidade que, deveras, deve de ter esquecido desse pobre aprendiz aqui... (momento do ciúme)
Parabéns ao Lugus e à Lalinha pela parceria tão coesa e sublime... Belíssimo poema!!!
Beijos e abraços!

Malu disse...

Ainda prefiro o AMOR que é tranquilo , sereno...
do que os rompantes da paixão que duram segundos de prazer...
Belo poema.
Abraços

"(H²K) - Hamilton H. Kubo" disse...

O Amor de fato liberta, e razão alguma pode nos impedir de um dia se apaixonar!

Beijos

LuGus disse...

Uau... Lali querida, não sabia que tinhamos tanto talento juntos!!! Precisamos continuar nesse processo de aprendizado e auto-conhecimento mútuo!!!
Isso é que é AMOR de VERDADE @}--%---

Bjokas

P.S. Aí Cris... fica tranquilo... nossa alegria é pública, livre, incondicional...
P.S. 2: Lali, quando vai me esclarecer aquela história de "frio calculista"??? ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons