Não falamos sobre moda, cultura é o nosso foco, poesia nossa inspiração. Sair do lugar comum é como ver o mundo de cima de um salto 15...Vermelho!!!

sábado, 27 de junho de 2009

Sociedade dos Poetas Vivos e Loucos

A cada dia me surpreendo e me apaixono mais pelos "loucos poetas" que frequentam o blog. É impressionante como em um simples papo, poesias e pensamentos filosóficos brotam sem grandes pretensões, e sem os mesmos se darem conta.

Sociedade dos Poetas Vivos será um post constante. A cada novo papo, devaneios e loucuras, compartilho com todos.
Boa viagem!


Se fiz as pazes?
Fiz sim, ainda bem que nos amamos.
Fica bem mais fácil fazer as pazes quando
a saudade bate...
Amor amadurecido?
Nem tão amadurecido assim
Não sei dizer se sou maduro pra isso.
Vou te confessar uma coisa:
Dá pra ficar sem falar?
Se vamos conviver, temos que exercitar o perdão.

Se você não se sente completo com alguém,
Por que tem que se prender a ele?
Você tem mais é que ser feliz.
Se é pra amar, que seja completo...
Não dá certo viver pela metade.

Ah, estão distantes fisicamente? E daí?
O amor me deu um outro olhar do mundo...
Percebi que não posso ficar me privando de viver,
apenas porque algo me segura.
Ou melhor ...não era algo que me segurava,
era eu quem segurava algo...

Se você tem medo de quebrar a cara, foda-se o mundo!
Somos resilientes, lembra?
Temos o fator X da regeneração
Todos somos um pouco Wolverines...
Sei lá, como estou transbordando de amor,
quero que todos amem também.

Legionário
(Texto copilado por Lali)

Mais um lance virtual que toma forma e salta da tela pra realidade.
Bravo, nobre poeta!
Parabéns, Legi! Felicidades!!

2 Devaneios:

Simone disse...

Como posso estar assim?
O que estou fazendo comigo?
O que estou fazendo da minha vida?
Cadê aquela fortaleza que havia em mim?
Se desfez, quebrou, desmoronou rapidamente....
É sempre assim, quando menos espero isso vem de novo...
Essa onda acaricia meus pés e em seguida domina meu corpo
Me invade a alma
Envolve meu corpo
E me deixa completamente perdida
Sem saber para onde ir
Sem saber o que pensar
Sem saber com quem falar
Sem poder ao menos sonhar...
O amanhã é sempre uma surpresa
Eu preciso do tempo como necessito do meu espírito neste corpo
Mas até quando me vejo vagando por instantes?
Penso que tudo vai ficar bem...
Que tudo passa...
Que tenho que VIVER cada segundo como se fosse o último
Que tenho que aceitar essa situação
Que te ter por instantes satisfaz a enorme ausência de ti em mim....
Acalma ...
Relaxa...
Uma explosão de luz, felicidade e paz vem de repente, e se vai ao mesmo tempo
As vezes fica por um breve e precioso tempo
As vezes se instala de uma tal forma que dói
E fica horas, dias ou até meses, quem sabe?
O dia amanhece, e é mais uma surpresa que surge com ele
Não sei o que há de me concederem
Só sei que com vida, novamente sou presenteada
E vejo que o desafio continua
Tento desafiar meu próprio coração
Meu corpo também....
As vezes vejo que chego ao limite...
E que minha fraqueza domina
Sem forças não consigo me encontrar
E apenas deixo a vida me levar
A onda acariciar meu pés novamente
Olho para o infinito
E de repente tudo me acalma e tranqüiliza
Escuto o barulho do mar
E minhas mágoas, tristezas, e lamentações se vão de repente
Fico dominada pela vida
E nesse momento te queria ali, ao meu lado
Queria te falar da paz que me dominara naquele instante
Ou até mesmo coisas que o tempo me ensinou nesta tua ausência
Mas vejo que estou só
Que não há ninguém comigo, além de espíritos protetores
E assim continuo seguindo
Um dia após o outro
Um pôr-do-sol maravilhoso me acalenta novamente
Olho para o nada e vejo tudo
Consigo enxergar esse enorme vazio que há no meu ser
Até quando? Não sei!!!!!

Diva Lali disse...

Nossa, q lindo Simone!
Parabéns! Obrigada por colaborar
e enriquecer o Salto 15.
Espero tê-la sempre conosco.

Um abraço e obrigada de novo e novamente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons