Não falamos sobre moda, cultura é o nosso foco, poesia nossa inspiração. Sair do lugar comum é como ver o mundo de cima de um salto 15...Vermelho!!!

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Eu em Mim

E eu que já nem sei de mim
Volto no tempo, refaço o caminho
reviso os sonhos que já nem sei por onde se perderam
E eu perdida em mim
Visto a calça surrada, guardada e cheirando a mofo
O velho tênis está a minha espera para me conduzir de volta...
Ah, o caminho de volta...
Quão difícil é retornar,
retomar,
reviver,
reaprender,
O que pensei já não mais existir
Já nem sei como fazer
O eu em mim que por instantes se perdeu
E quando em mim o eu existia
Em meio aos desalentos de mim se esqueceu
E o eu que por mim sobrevivia
No caminho que outrora sorria,
Descoloriu, apagou e se desfez.

Diva L.

2 Devaneios:

Milton Kennedy disse...

Bom dia amiga virtual Diva,
um pouco triste mas belo seu poema.
Abraços, saúde e paz interior.

Diva L. disse...

Pois é, meu querido, vez por outra bate uma saudade e um querer que nem sempre consigo decifrar. O resultado? Poemas um tanto quanto melancólicos...

Obrigada pelo comentário.
Bj grande.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons