Não falamos sobre moda, cultura é o nosso foco, poesia nossa inspiração. Sair do lugar comum é como ver o mundo de cima de um salto 15...Vermelho!!!

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Gostaria



Gostaria que a vida não fosse tão real assim
Gostaria de não sentir tanta dor
Gostaria de não mais sentir isso aqui dentro
Gostaria de uma abraço sem precisar pedir

Gostaria que o ser humano fosse mais humano
Gostaria que o choro cessasse
Gostaria de uma abraço sem precisar pedir
Gostaria de não mais sentir isso aqui dentro

(Leonardo Cruz)

4 Devaneios:

MAILSON FURTADO disse...

Quanta lamentação em um só texto...

Sei que temos desses momentos ruins e melancólicos, mas quem vence isso é a gente mesmo com força de vontade e acreditar em si próprio e tudo de fato se reverterá!

Duarte disse...

Se tem que cair uma lágrima que seja de alegria, não compensa sentir pena, dói.
O verso quase sempre é melancolia...

Beijinhos e o meu muito obrigado

Diva L. disse...

Tristeza, melancolia e dor
Assim como o Pessoa versou:
"O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente(...)"

Pobre aprediz sou eu
Que não mais me inspira a dor
Talvez tenha perdido o jeito
até de falar sobre o amor

Aos poetas que por aqui passam
Versando sem se preocupar
Se dores ou amores os inspiram
Escrevam e me façam chorar.

Ai, ai, aiiiii, e eu que não gostava de rimas, agora me arrisco a algumas tortas. Peço desculpas aos poetas e leitores do Salto15, mas não resisti, pois o momento pediu versos ricos (embora não os saiba elaborar). Para quem não sabe, contarei um segredo. Este é o primeiro poeminha do LeoKidman. Até então, ele dizia não ser a sua "praia", mas pelo visto, pegou jeito.

Parabéns, Leo por vencer a timidez (se é que posso chamar assim), por arriscar os versos, por ousar escrever. Dor ou amor, saudade ou reencontro, paixão ou desencanto, o importante é versar.

Já estou ansiosa para ler o próximo poema, que seja belo, intenso e profundo. Que seja poesia explodindo sem controle. Sempre lembrando o que o Mailson versou sabiamente: E se a poesia grita... O que fazer? Obedeça-a".

É isso!

Bjo grande
Diva L.

::
Mailson, sempre bom ler teus comentários. Concordo contigo. Quanta lamentação em um só texto. Imagino como foi difícil escrever, pois o Leo é o oposto.Acho que é isso que enriquece quem se arrisca nos versos, escrever sobre o que não sente mas imagina. Li uma certa vez que para um ator interpretar uma cena triste, ele vai até o seu arquivo imaginário e procura algo no passado ou presente que o tenha entristecido bastante, daí consegue interpretar com veracidade. Já fiz algo semelhante, não sei se consegui convencer, mas lembro que chorei barris...rs

No mais, comenta maisssss! rs. Tão bom te ver por aqui...Ih, acho q já disse isso...rs

Bjs

::
Duarte, que bom que chegou por aqui. Fique à vontade para voltar mais vezes e nos enriquecer nessa troca de ideias.

Obrigada e volte sempre.

Bjo grande
Diva L.

Aleatoriamente disse...

Acho que a maioria de nós ,quer sentir essa verdade nas coisas.
É como um renascimento.
Precisamos SENTIR bem forte na alma.
Beijinho querida.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons