Não falamos sobre moda, cultura é o nosso foco, poesia nossa inspiração. Sair do lugar comum é como ver o mundo de cima de um salto 15...Vermelho!!!

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Eclipsar, nunca!!!


Almas entristecidas, amarguradas, solitárias, desertas... Mal do século, dizem alguns. Eu diria, mal de todos os séculos. O homem é um ser social, mas o que é ser social em uma sociedade solitária? Os homens se aprisionam  em mundos criados. O resultado? Consultórios lotados, doenças que se propagam, depressivos convictos e assumidos e, sem exageros, fortes candidatos ao suicídio.  Eu, heim!? Desculpem, mas tô fora!!!

Fala-se na incessante busca por amores, mas como encontrar um amor genuíno se somos  egoístas e não amamos sem reservas?  Os que insistem em ir pela contramão do lugar comum são tomados por tolos, idiotas até, por acreditarem no amor, em se preocuparem com o outro, em sentirem a dor do próximo.  Enquanto alguns resistem à mediocridade, outros se entregam a sordidez de eclipsar as ações positivas, gastam tempo sugando a energia e pisando nos sonhos alheios. Quanta energia desperdiçada, quanto tempo perdido.

Não intenciono escrever mais um capítulo de auto-ajuda, até porque, mudança de atitude não consiste em ler inúmeros livros voltados para o assunto. Toda e qualquer ação deve ser voluntária, não porque algum estudioso escreveu a respeito, ou um idiota resolveu brincar de guru.  Não acredito em fórmulas preestabelecidas, acredito em mudança de comportamento, em projetos de vida, em atitudes. Gostaria apenas de “avisar” aos navegantes que chegamos à metade do ano, (Oh, que grande descoberta, poderão exclamar alguns), é importante avaliar o que fez de importante para, no mínimo, não consumir mais oxigênio do que é permitido.

Acredito que é possível colorir o mundo, em tornar o planeta mais agradável. Tudo bem, não acredito em duendes, nem em contos de fadas, acredito na vontade, no desejo de construir, edificar, compartilhar. Acredito na amizade, no bom senso, na vida. Sim, transeuntes do Salto15, continuo acreditando na vida, no amor, na amizade, na família, valores por muitos descartados.  

Despertem almas entristecidas!
Acordem seres amargurados e solitários!
Almas desertas deixem-se inundar pela esperança! 

Se não conseguem mudar sozinhos, busquem ajuda profissional.  Somos apenas uma pequena gota no oceano, nossas dores não são as maiores. Pequeninos grãos de areia, frágeis nuvens, amem-se! Despertem pra vida, não se deixem perder no caminho.  Amem-se!  Amem!  Não se deixem eclipsar, saiam da escuridão, venham pra luz. Viver é tão bom e isso é o que importa.  


E não esqueçam que a água do mundo tá acabando...

Diva L.

2 Devaneios:

Terê. disse...

realmente, o homem tornou-se uma sociedade solitaria, belo texto, bju terê.

Luís Coelho disse...

Amem-se e amem.
Um conselho a seguir e um caminho a fazer diariamente.

Hoje constroem-se casa para cada um se isolar do resto do mundo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons