Não falamos sobre moda, cultura é o nosso foco, poesia nossa inspiração. Sair do lugar comum é como ver o mundo de cima de um salto 15...Vermelho!!!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Tulipa Negra - A lenda




"Era comum ouvir-se falar na tulipa negra, uma flor rara e preciosa. Segundo uma lenda persa, uma moça chamada Ferhad apaixonou-se por um rapaz chamado Shirin. Vendo seu amor rejeitado, Ferhad fugiu para o deserto. Ao chorar de saudades e tristeza, cada uma de suas lágrimas, ao tocar a areia, transformou-se em uma linda tulipa".


Encontrei a lenda no blog da Karen (//karen-rs.blogspot.com/) como achei interessante, "sequestrei" para compartilhar com todos. Deleitem-se sem moderação!

6 Devaneios:

Luís Coelho disse...

Nunca tinha ouvido esta história que acho encantadora assim como a cor da tulipa negra.

Nei kS disse...

Do poema de Bandeira:

Quando você falou que os sinos das igrejinhas do Recife ainda aí estão, aqui pensei no tempo que os sinos determinam nas vidas das pessoas (badalos das matinas, das vespertinas) e o tempo que os sinos atravessam através das pessoas e suas histórias com eles.

Besos

Elaine Castro. disse...

Eu já conhecia essa lenda, uma vez, fiz na faculdade um spot para rádio para uma floricultura usando as várias lendas sobre história de cada flor, foi um sucesso!
Beijos.

Jaime disse...

lamentavelmente a explicação da túlipa negra é muito mais prosaica e terra a terra: variação genética,
um simples fenómeno biológico sem nada de poético ou de sobrenatural

Crônicas do Cotidiano disse...

Linda lenda...
A grande maioria das lendas têm o conteúdo amor não é? Amamos todos!
Bjkss Diva!!

lexotan disse...

A natureza invariavelmente expressa sua poesia, sem ela nos inspiraríamos em q? Nas folhas de ofício embebidas com seu branco pálido em cima das mesas de escritório? Tulipas negras, tentilhões de galápagos, modificações genéticas, teoria da evolução, tudo pode gerar poesia, que pelo seu grau intrínseco de metaforização, baseado no que falei lá em cima sobre inspiração, nos fornece uma visão quem sabe mais pura e abstrata da nossa dura e crua, por vezes exata demais, realidade. Vou continuar enfeitando minha árvore de natal agora, o Papai Noel merece, ele é gente fina, apesar de ser gordo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons