Não falamos sobre moda, cultura é o nosso foco, poesia nossa inspiração. Sair do lugar comum é como ver o mundo de cima de um salto 15...Vermelho!!!

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Ao Mestre Gonzagão

O ABC do Sertão
Lá no meu sertão pros caboclo lê
Têm que aprender um outro ABC
O jota é ji, o éle é lê
O ésse é si, mas o érre
Tem nome de rê
Até o ypsilon lá é pissilone
O eme é mê, O ene é nê
O efe é fê, o gê chama-se guê
Na escola é engraçado ouvir-se tanto "ê"
A, bê, cê, dê,
Fê, guê, lê, mê,
Nê, pê, quê, rê,
Tê, vê e zê.


Luiz Gonzaga, Exu (PE), 13 de dezembro de 1912. Há 98 anos nascia o Rei do Baião.

4 Devaneios:

Palavras Vagabundas disse...

Bela lembrança! Adoro "Asa Branca" toda vez que ouço fico com os olhos rasos d'agua.
abs
Jussara

Luís Coelho disse...

Esse poema também é nosso e foi assim que aprendemos as coisas da vida.

Diva_Kakau disse...

Luiz Gonzaga foi um Gênio, merece sempre ser lembrado, pois foram influênciados através dele: Raul seixas, Fagner,Dominguinhos,Caetano, Gil, João do Valle, Geraldo Vandré, Quinteto Violado, Alceu Valença, Alcimar Monteiro, Nando Cordel dentre outros...isso só para citar alguns.
bjus!!

Crônicas do Cotidiano disse...

Oi Diva,

Gosto do Gonzagão... Pode soar estranho, afinal não sou da geração, mas sempre admirei o famoso PÉ de SERRA - onde só restam simulacros de um Forró pra lá de obsceno...
Asa Branca - sempre toco no sax
Bjks

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons