Não falamos sobre moda, cultura é o nosso foco, poesia nossa inspiração. Sair do lugar comum é como ver o mundo de cima de um salto 15...Vermelho!!!

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Diz o que tu quer que eu dou...


Quando piso em flores
Flores de todas as cores
Vermelho-sangue
Verde-oliva
Azul-colonial (celestial)
Me dá vontade de voar sobre o planeta
Sem ter medo da careta na cara do temporal

Desembainho a minha espada cintilante
Cravejada de brilhantes
Peixe espada, vou pro mar
O amor me veste com o terno da beleza
E o salun da natureza
Abre as portas preu dançar 

Diz o que tu quer que eu dou
Se tu quer que eu vá, eu vou

Meu bem, meu bem-me-quer
Te dou meu pé, meu não
Um céu cheio de estrelas
Feitas com caneta bic num papel de pão

Música: Boi de Haxixe
Interpretação: Ceumar
Composição: Zeca (meu amor) Baleiro

2 Devaneios:

Luís Coelho disse...

Um sonho feito poema.
Soltar a imaginação e navegar nas cores que despertam os sentidos.
Viagens sem medo.

"(H²K) - Hamilton H. Kubo" disse...

Adorei a letra, sua simplicidade mesclada à complexidade de se amar...

Não conhecia, obrigado por nos apresentar... rsrs

Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons