Não falamos sobre moda, cultura é o nosso foco, poesia nossa inspiração. Sair do lugar comum é como ver o mundo de cima de um salto 15...Vermelho!!!

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Na cadência do Samba - Benito Di Paula

Uday Veloso ganhou fama nacional com o pseudônimo de Benito Di Paula. Nascido em 1941, em Nova Friburgo-RJ, é um dos grandes nomes da canção nacional dos anos 70. Filho de um maestro, cresceu em um ambiente musical. Compôs o primeiro samba aos 5 anos de idade. Formou-se em Direito, mas continuou escrevendo músicas até conseguir que uma delas fosse gravada em 1966: a balada "Nossa Canção", por Roberto Carlos.

Na segunda metade dos anos 60 foi um dos compositores que escreveram especialmente para a Jovem Guarda, principalmente músicas românticas. Em 1970 afastou-se do meio musical e passou três anos atuando como advogado. Voltou como cantor e compositor de sambas, obtendo boas vendagens de seus discos nas décadas de 70 e 80. Em 1999 a EMI lançou uma coletânea sua na coleção "Raízes do Samba", com sucessos como "Porta Aberta", "No Silêncio da Madrugada", "Quero que Volte" e "Saudades da República".

Cantor e compositor, sua carreira começou no Rio de Janeiro, onde foi crooner de boates nos anos 60. Mais tarde mudou-se para Santos (SP), onde cantava e tocava piano em casas noturnas. Radicado em São Paulo, lançou seu primeiro compacto e passou a promover em suas apresentações uma mistura de samba latinizado, estilo que acabou tornando-o conhecido.

Tido também como representante do "sambão jóia", corrente comercial do gênero que antecipou os pagodeiros de butique. Seu primeiro LP, "Benito Di Paula", de 1971, trazia músicas como "Apesar de Você" (Chico Buarque), "A Tonga da Mironga do Kabuletê" (Vinicius/ Toquinho) e "Azul da Cor do Mar" (Tim Maia). Na década de 70 comandou o programa Brasil Som 75, na TV Tupi. Com mais de 25 discos gravados (a maioria relançada em CD) e diversas turnês no exterior, foi rotulado e comercial, cafona, brega etc., mas mesmo assim continua se apresentando com freqüência em shows por todo o país. Entre seus maiores sucessos destacam-se "Charlie Brown", "Mulher Brasileira" e "Retalho de Cetim".

Fontes: Cliquemusic, Wikipédia

2 Devaneios:

claudia disse...

OI,
Muito bom o artigo.
Tenho lido quase tudo que posso sobre o Benito di Paula, meu cantor e compositor favorito.
Abraço,
Cláudia

Diva Lali disse...

Olá, Claudia!
Também gosto muito do Benito e
lamento pelo pouco espaço que é
dado a ele. Acho a sua voz e carisma
únicos e incomparáveis.
Obrigada por comentar e fique
à vontade para criticar ou sugerir.

Grande abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons