Não falamos sobre moda, cultura é o nosso foco, poesia nossa inspiração. Sair do lugar comum é como ver o mundo de cima de um salto 15...Vermelho!!!

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Parênteses



Pensando em você
Em nós dois
Em nossos eternos parênteses
Que se abrem e se fecham
Permitindo uma vida dentro de nossas vidas

E o tempo vai passando,
Mas parece que ainda foi ontem
A primeira vez em que,
Superando todos os medos e vergonhas,
Eu me fiz tua,
Completamente tua.

E assim continuamos
Vivendo outras historias,
Dentro da nossa história,
Outros amores
Dentro do nosso amor,
Sempre abrindo parênteses,
Sempre existindo um na vida do outro...
Pati, 21/09/2011

4 Devaneios:

Diva L. disse...

Parênteses, reticências, vírgulas...São tantas as fases do relacionamento, são tantas dúvidas, tantos desassossegos e inquietações. Será que realmente são necessárias tantas turbulências? Por que não podemos ter a calmaria e a segurança de dormir e acordar sorrindo? Por que alguns tantos relacionamentos são verdadeiros terremotos e avalanches? Por que não podemos ter a calmaria do amor em vez das loucuras e tempestades da paixão?

Ai, quando o assunto é coração, quando em pauta é a convivência, o abrir mão da individualidade e se tornar dois em um, é muito complicado. E somos nós que complicamos. Nós, seres humanos bobos e medrosos.

Bjo grandão, Pati.
Obrigada por me fazer refletir.
Diva L.

Aleatoriamente disse...

Gostei do texto, do tema, do rumo que ele tomou.
Mas prefiro a calmaria, a suavidade, o carinho...

Beijinho.

Dja disse...

Agora as duas que me fizeram ficar refletindo rsss


beijos lindona, ótima semana, carinho no seu coração

MAILSON FURTADO disse...

"E assim é o amor cabe exatamente dentro de nós dois" M. Furtado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons