Não falamos sobre moda, cultura é o nosso foco, poesia nossa inspiração. Sair do lugar comum é como ver o mundo de cima de um salto 15...Vermelho!!!

sexta-feira, 18 de junho de 2010

O amor a quatro mãos

Poemas sobre amores impossíveis
Esses são constantes na impossibilidade
da concretização [Eduardo Macário]

Mas o que é impossível? [Diva L.]

Alguns amores...[Eduardo Macário]

Nem sempre
Eu posso amar
Independente de ser correspondida
Então, o amor se torna possível [Diva L.]

Concordo, entretanto a impossibilidade está
na correspondência a esse amor...
O meu amor existe, o teu não...
Essa união é que é impossível [Eduardo Macário]

Mas o bom do amor, não é amar?
Já pensou se todos os amores fossem
correspondidos?
Não teria graça
Seria, talvez, a morte da poesia
O poeta ama
E, muitas vezes, não ser correspondido é o que o alimenta [Diva L.]

Na realidade, acho que mais que o amor,
o poeta se sustenta da dor [Eduardo Macário]

Bingo, nobre poeta!
Bingo!!! [Diva L.]


O texto é resultado das divagações e questionamentos com o poeta cearense, Eduardo Macário, em um breve encontro no sarau. Para muitos pode parecer devaneios (o que não deixa de ser), para outros apenas insanidades, mas para mim, foi resultado do encontro de cérebros que muito têm a dizer. Obrigada ao Du Macário por este breve momento. Que venham outros, outros e... inúmeros outros.

2 Devaneios:

Cristovam Melo disse...

Tive a sorte de presenciar e 'participar' desse momento, muito embora sendo apenas um mero espectador e coadjuvante dessa 'história' toda! Parabéns aos dois que são, acima de tudo, do meu querer...Valeu!!!

Éverton Vidal Azevedo disse...

Parece que o Sarau é ótimo! Gostaria de vir, mas nao tenho internet em casa, entao minhas entradas sao meio "imprevisível".

Um bj.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons