Não falamos sobre moda, cultura é o nosso foco, poesia nossa inspiração. Sair do lugar comum é como ver o mundo de cima de um salto 15...Vermelho!!!

segunda-feira, 1 de março de 2010

Solte o doce!!!

No último sábado durante o sarau, me vi há algum tempo atrás nas narrações de uma das sarauzeiras. Decepcionada, desabafou sobre a convivência em determinado site de relacionamento, e as perseguições sofridas, calúnias e armações. Acho que vou chegar a terceira idade sem entender como funciona a mente de algumas pessoas que perdem tempo perseguindo outras.

Conquistei muitas amizades nessas minhas andanças, no entanto, como esses espaços são abertos e frequentados por pessoas de diferentes repertórios, níveis de entendimento e estrutura psíquica, caráter e valores, por vezes, comprometem os chats e os tornam sutis "armadilhas", capazes de em fração de segundos, te elevar aos "céu
s" e, com a mesma velocidade, destruir a tua auto-estima.

Ainda durante o sarau, lembrei desse texto que recebi há algum tempo ,"Liberte-se da cumbuca...". Citei a essência, até porque não recordava exatamente. Na época quando o recebi, encaixou perfeitamente em algumas situações que estava vivenciando. Meus conceitos sobre ganhos e perdas estavam um tanto confusos, então caiu como uma bomba e me acordou para o que estava diante dos meus olhos, mas o cérebro não percebia (ou teimava em não perceber).
Como "ter pra ser" nunca foi a minha praia, é sempre bom lembrar que não precisamos provar nada pra ninguém, principalmente, quando isso nos faz mal. Um outro fato é ficarmos espertos para não sermos usados por esses sites para atrair acessos. Não ganhamos nada com isso, enquanto eles...
O texto que segue é direcionado especialmente pra você, mocinha. Lembre-se que tristeza não combina com nada e mais, você não precisa passar por isso. "Ao vencedor as batatas!", lembra Rubião do Machado de Assis? É isso! Levanta, sacode a poeira, sobe no salto e manda besitos.

Liberte-se da cumbuca... Pastor Sérgio Fernandes
Você sabe como os caçadores fazem para capturar algumas espécies de micos na selva amazônica? Eles colocam um docinho dentro de uma cumbuca e a deixam solta nas árvores. A mão do macaco passa pelo buraco da cumbuca, mas quando ele pega o doce e fecha o punho, ele já não é mais capaz de voltar daquele objeto. Obstinado pelo doce, ele fica preso e acaba rapidamente capturado.
Esta obstinação ocorre com a gente também. Quantas vezes não nos apegamos com coisas sem nenhum valor, a ponto de morrermos por conta disso. Pode ser um título, uma carreira doentia, um relacionamento instável. Mesmo sabendo que a liberdade reside em soltar, nós ficamos agarrados, torcendo para que um suposto milagre resolva a situação. Mas esse milagre querido, não acontecerá!
Veja Jesus. Sendo Deus, Ele abriu mão de Sua glória, pois sabia que este sacrifício resultaria em salvação para todos. Ele não teve como tão precioso sua própria condição divina, e decidiu esvaziar-se de sua divindade para se fazer um de nós e nos conceder a Sua graça salvífica. Ele abriu mão, e viu o plano de Deus se cumprir.
Solte aquilo que lhe prende! Abra suas mãos! E Deus lhe dará vitória!
Sucesso!

O texto foi reproduzido da devocional do site amoremcristo.com

4 Devaneios:

Anônimo disse...

Libertando-me da cumbuca...
Como um texto pode ser tão proveitoso em momentos tão frágeis? a emoção me fez ouvir uma voz amiga e acabei por perguntar para eu mesma, pra q, p q? como vc mesma disse:
"não precisamos provar nada pra ninguém, principalmente, quando isso nos faz mal".
Desejo de coração q a pessoa sitada tenha escapado de "armadilha" e q tenha Levantado, sacodido a poeira, e por fim subiu no salto, de preferência vermelho 15

Bjkas Andréa 1

Diva Lali disse...

Menina, parece mentira. Levei 3 dias pra conseguir formatar esse post, pois sempre que tentava publicar, o blog não aceitava as configurações e dava erro. Mas, como sou persistente, aí tá ele e o melhor, me rendendo a alegria de ler o teu comentário.
Acredito que nada, absolutamente nada, acontece por acaso.

Vc não tem noção do tamanho da alegria que me proporcionou. Obrigada mais uma vez(acho que já agradeci umas 3 ou 4 vezes, né?).

Então, agora que tá se "libertando da cumbuca...", carpe diem hoje e sempre!

Bjo grandão.

Anônimo disse...

gostei, prima do texto, e referente sobre o q me contaste, nao tenho mesmo nada a provar a ninguém, pois eu sabendo quem sou e como sou, não importa se boatos sobre mim aconteça... pois se Deus "permitiu" seu filho morresse por nós, para sermos salvos, espero que salve a pessoa que comenta esses boatos maldosos sobre mim...
e que Deus abençõe hj e sempre vc e o q melhor que aconteceu foi esse blog seu, onde cabe e aceita tudo, menos injustiça...
bjs
Corinthiano fiel.

Diva Lali disse...

Valeu primo!
É o que sempre conversamos, a vida é curta demais pra gente viver envolvido em redes de intrigas.
Comentários maldosos sempre existirão, o que é lamentável. Mas, enquanto isso, a gente vai rindo de tanta bobagem...isso é o que importa!
Quanto ao doce...abafa!!! rs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons